quarta-feira, março 03, 2010

A senhora do xaile

O confessionário era de madeira de carvalho. Uma cortina vermelha separava-me da realidade fria da Igreja. O padre José convidara-me para confessar e acedi com amizade. O que não sabia é que me enviaria para dentro da madeira de carvalho. De cada lado estavam uns buraquinhos para se ouvir a confissão, e pouco mais. Da pessoa que ficava do lado de fora apenas se percebiam escassas formas de rosto. Nem a idade se percebia, a não ser pelo teor da confissão. Confesso que prefiro um cara a cara. Mas a experiência não estava a ser má, até que chegou uma senhora da qual percebi apenas a silhueta de um xaile pela cabeça. Começámos. Mas a senhora falava extremamente alto, de forma que a dez metros seria possível perceber cada palavra que proferia. Pedi três vezes para baixar o volume da voz. Mas a senhora do xaile possuia, supostamente, uma audição fraca ou exígua. Por isso decidi, com toda a amabilidade e caridade possíveis, até para evitar comentários impróprios dos outros penitentes, sair do confessionário e abordar a senhora cara a cara, que é como quem diz, boca a a ouvido. Assim fiz. Dei a volta. Aproximei-me dela. Toquei-lhe no ombro. Ela virou-se. Olhou-me com ar mais zangado que espantado, e prontamente falou num tom de voz ainda mais elevado. Tenha paciência. Espere pela sua vez, que agora estou eu a confessar-me. Ora uma destas!

33 comentários:

noctivaga disse...

Brilhante. Já tinha saudades de ler os seus textos que, umas vezes me fazem rir (como é o caso deste) outras deixam-me a pensar.Gosto muito do seu estilo de escrever.

Maria disse...

Senhor Padre, fiquei tão surpreendida que me interroguei se estava no blog certo ou não. Deu-lhe uma bela volta. Eu diria algo de mais desconcertante, está o Must! Até o meu computador se desligou com o choque...Seja bem-vindo, já tinhamos saudades suas.
Parabéns!
Maria

Fa menor disse...

Já tinha saudades do confessionário! :)

Uma boa Quaresma!

Isabel Mota disse...

Olá!
Já tinha saudades de entrar neste "confessionário". Este post lembra-me o primeiro por onde passei, na Sé de Castelo Branco. Lá, era criança e ria-me de não saber bem o que dizer... aqui rio-me com tudo o que "ouço". Obrigada pela gargalhada que esta situação impõe.
Abraço, Isabel Mota

Carla Isabel disse...

LOL

Fantastico!

Meu amigo, passa, se faz favor no meu cantinho, tenho novidades!;)

Bjs

joaquim disse...

Casa nova, alegria nova!

Essa do teu colega te querer meter dentro da madeira de carvalho, é que é complicada!

Se ainda fosse a mim que já tenho uma idadezita!

A história quase que nos diz que se tivesses ido dar uma volta, (ó heresia), e regressases depois para dar a absolvição, ela nem se apercebia!!!eheheh

Bem, as cores são mais agradáveis, o banner depois da explicação que dás é muito bonito, a música é ... "outra música", no sentido de mais próxima, mais acolhedora.

A imagem do banner antigo tinha o condão de ser mais intimista, mas...o novo é sempre novo!

Bem regressado sejas!

Abraço amigo em Cristo

Anónimo disse...

fANTASTICO...
É DE MATAR A RIR.
JÁ TINHA SAUDADES DESTES POSTS

Moçambicano disse...

Olá, Caro Amigo P.e "Confessionário"

Bem Tornado!

Gosto do novo "look". Mas acho que não ficaria pior, ao lado da janela aberta sobre a rua (marcada pela cruz luminosa), uma porta aberta que convidasse à entrada...
Com um bocadinho de manipulação digital de imagem, quem sabe...
É só uma sugestão.

E obrigado pela gargalhada.
DEUS É HUMOR!

Um abraço amigo.

Moçambicano

Maria João disse...

Bem-vindo!!!! E com textos que nos fazem sorrir!

beijos

Canela disse...

OhOh....então querem lá ver, o Pe. a querer passar á frente da penitente?!

Gostei!!!

Gostei da "nova casa", da alegria, da musica... gostei de vê-lo de volta.

A Paz de Cristo

pescador de ilusoes disse...

Seja bem vindo novamente! Desde ja tambem digo que nem sempre estamos dispostos a escrever neste espaço mas... Abraço e aguardo novos post!

Maria Zete disse...

Que bom que voltou, estava com saudades deste sopro de alegria, de partilha, de reflexão, de misericórdia. Bom retorno. grande abraço.

João disse...

Uau! Seja bem vindo!!!
Continua anónimo. Porquê?

João Alves

Confessionário disse...

Ó João, porque é melhor assim. Digo-o mais para os que visitam e se querem sentir á vontade, do que para mim!!!

abraço

Jana disse...

Amo seu blog, e adorei a volta dele, ele me ensina muitas coisas,ja estava com saudades...

Luísa disse...

Demorou mas valeu a pena!
Obrigada pela gargalhada...mais parece anedota!

Number Ten disse...

Essa é linda, de chorar a rir só de imaginar a cara da senhora a olhar para si e nem distinguir um padre.
Ainda bem que voltou!!!!

Abraço

Mafalda

sónia disse...

Sinceramente n sei se gosto mais deste look ou do outro mas tb fiquei surpreendida e gostei muito do novo visual!
Voltaste em gd força!
Ri-me a valer com este texto.

um bj e parabéns pelo regresso cheio "de estilo" :)

B disse...

Senti que deixa uma idéia dúbia;
É padre mesmo?

Confessionário disse...

Olá, B

Já clarifiquei isso imesnas vezes. Quem lê os textos com atenção percebe que sou, de facto, padre. heheh

Mas, já agora, porque achas que há algo dúbio? O que é que os padres em geral têm que eu não tenha ou que eu tenha que eles não têm?

Um abraço

ana maria disse...

Que bom estar aqui outra vez, e todo renovado!

disse...

Prometeu e cumpriu... É padre de certeza B!

Fico muito feliz com o regresso. Sabe que sim. Um salto aqui funciona, muitas vezes, como um momento de reflexão depois de um longo e desgastante dia de trabalho. Os confessionários tradicionais assustam-me. Gosto de luz e de ar puro. E estou perfeitamente convencida de que se Jesus voltasse à Terra encontraria local mais aprazível para conversar. Até por templos Ele se interessava pouco... Mas, gostos são gostos e a sra do xaile até se estava a sentir bem:):):)

A remodelação trouxe frescura. Conseguiu que a pessoa levantasse a cabeça e se pusesse ao caminho... Não é mau. A cruz do Amor e a janela da Esperança também lá estão... Que mais poderemos querer? Eu talvez não tivesse escolhido uma imagem desfocada... Não tenho é que meter a foice em seara alheia!

Bjinho

Anónimo disse...

Olá!

Gostei de o sentir outra vez vivo...
E adorei ouvir o Cirineu mais uma vez...

Um abraço

alexandra

D. R. disse...

Ainda bem que regressou.

Agora que descobri este blogue, não estava a escrevr coisas novas... Já estava a ficar triste... :(

Bem, escreve que é uma coisa por demais... :)

Excelente!

Relativamente a este post em concreto,... Coitadinha da senhora... É a idade... :)

Obrigada pela visita ao meu blog. Ainda é um blog muito pequenino... Mas vai crescer..

Beijinho.

P.S.: De facto, ninguém merece ter tantas tarefas... Assim, compreende-se que não seja fácil conciliar tudo... Só com a parte das 6 comunidades já fiquei chocada.... Imagine-se com o resto... :\

Fernando disse...

Realmente, foi de rir.

Obrigado por despertares mais uma vez um sorriso deste lado

Brancamar disse...

Situação divertida!
Obrigada pela boa disposição.
Um Abraço
Branca

teresa disse...

ah ah ah ah , de morrer a rir , eu imagino a sua cara quando ouviu a resposta da sra. eh eh eh .
ainda bem que está de volta , e com boa disposição ..

um abraço fraterno .

Alma peregrina disse...

Caro amigo:

Que bom que é voltar a lê-lo!

E com uma boa gargalhada!

:)

Bem-vindo de volta! E parabéns pela "complete make-over"!

Pax Christi

MC disse...

também se peca por omissão, não é?

Então perdoa mas vai ter que sair: continuares anónimo é de tua livre responsabilidade...

beijinhos,
a chata :)

Confessionário disse...

Ó MC, não és nada chata!! Lol

Tu sabes o porquê do anonimato. Podes é não saber quanta gente se dirige a mim no email por causa de se sentirem à vontade com o anonimato.
E tb deves saber que quem precisa mesmo de mim ou que aprofunda a amizade, acaba por saber!
Por isso que necessidade há em desfazer o anonimato?!
Não sei mesmo.

elsa nyny disse...

Oláaaa!

Casinha nova!! Que lindaaaa!!
saudades tuasss!O post gostei muito, é bem ao teu estilo!

bjtsssssssss

Moçambicano disse...

Estou a gostar deste "Movimento de Acolhimento".

E decerto o nosso Amigo P.e "Confessionário" também estará contente por se sentir tão "acolhido" - e "solicitado".
Penso que esta também é uma forma simples, mas bonita e fraterna, de celebrarmos o Ano Sacerdotal.
Afinal, não nos une a Tod@s o Sacerdócio Comum?

Um abraço a Tod@s!

Moçambicano

MC disse...

padre,

as causas do anonimato não sei. Só da moderação de comentários. Mas não faço questão disso, cada um gere o blog do modo que entende. Respeito.

Só me pareceu que estavas a colocar noutros uma responsabilidade que é tua. E que eu respeito, repito.

Mas não deixo de me questionar sobre as causas de vários blogs de padres estarem sob anonimato. Serão causas pessoais, eclesiais? Uma possibilidade de maior liberdade? Falta de maturidade dos próprios e/ou das comunidades?