quinta-feira, janeiro 05, 2006

Queria saber como posso ter fé

A Maria tem 27 anos. É uma moça normalíssima. Digo normalís-sima porque faz o que as outras fazem. Porque vive como as outras. Sonha. Trabalha. Diverte-se. Namora. Nunca soube o que era a fé. Nem se valia a pena tê-la. Como se a fé fosse algo que se tem apenas porque dada. É o que muitos pensam depois de ser baptizados. Ou nem pensam. Apenas se sentem de consciência tranquila. Ou de superstição sossegada. Porém, depois de dada por Deus, tem de ser querida, aceitada, pelo próprio.
Tudo começara no funeral do avô. As palavras do padre. Não sei quais foram. Não lembro. Só sei que foram as palavras para ela. A Palavra. A Palavra de Deus. A emoção do momento. A interioridade da situação. A profundidade do sentimento. Apercebeu-se que a fé era imprescindível. A morte fez-lhe perceber que algo mais era necessário na vida. Tocou à porta do padre passados poucos dias. Os suficientes para ter a certeza que queria falar com ele. Ainda estava de preto. Próprio destas alturas. Um preto de timidez. Os olhos fixos no chão. O medo da resposta. Mas a certeza da vontade. Queria saber como posso ter fé. Queria descobri-la. Queria baptizar-me. Falei-lhe do Catecumenado. Não tem mal. Também não quero baptizar-me sem saber o que é a fé. Primeiro quero conhecer a Deus. Quero aprender a rezar. Quero aprender a falar com Ele. É possível falar com Ele?!
Foram quase dois anos. Antigamente, mas muito antigamente, nos tempos quase primitivos da Igreja, o processo da fé era exactamente o contrário do processo actual. Primeiro convertiam-se. Depois tinham formação. Finda esta, baptizavam-se. Hoje, baptizam-se, frequentam a catequese. Se frequentarem. E só depois se convertem. Se se converterem. A Maria estava muito consciente no dia do seu baptismo. Consciente do que queria. Da sua fé. Do seu amor por Deus. Baptizou-se. Crismou-se. Comungou pela primeira vez.
Agora tem fé e está diante dos meus olhos, com os seus nos meus, a brilhar. A Maria. E diz que precisa mais. Que precisa um compromisso ainda mais sério com Deus. Mais e mais. Quer mais. Muito mais…
Quantos dos baptizados querem mais?!

26 comentários:

sophiarui disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
sophiarui disse...

sabes, ás vezes acho que nos falta querer muito ser santos... todos os dias... muito...

(emocionei-me com este encontro com Deus)

quero muito ser anjo! muito!

Vítor Mácula disse...

Caro Confessionário.

Veja lá que fiquei a pensar na sua saudação natalícia. E sim, como dizia o outro, o amor é a resposta. É a única alegria, toda a alegria que seja tem como fundamento e motor o amor. E por isso há tantos prazeres e satisfações tristes. Mas os amorosos, resistem à dor e ao deserto - com uma alegria com certeza mais larga que o mundo.

E quanto a este seu post, com mil raios quase sempre directo a algo de fundamental para a vida e para a fé, e este especialmente como catecúmeno me interpela, vou imprimi-lo e digeri-lo, e se fizer sentido papagareei algo.

Um grande abraço.

Vítor Mácula disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Vítor Mácula disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Vítor Mácula disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Vítor Mácula disse...

Eh pá, não sei o que se passou, padre... Apague essas repetições que eu nem sei apagar "by the author"...

Um abraço

Vítor Mácula disse...

Eh pá 2, já não é preciso, aprendi a "deletar by the author"...

Confessionário disse...

Tás perdoado, Víctor. Hehehe... E vês, sempre aprendeste alguma coisa! Vou repetir hehehe...

Dad disse...

Que bonita esta caminhada! Assim é que devia ser sempre...fazer o caminho conscientemente. E já agora vou introduzir um elemento de controvérsia. Já uma vez falámos aqui do dito "pecado original". Na óptica do crescimento/amadurecimento espiritual, o Baptismo não deveria ser doado só àqueles que já tivessem consciência do acto de adesão a uma comunidade espiritual que vão praticar?Não construiriam uma comunidade de crentes mais conscientes???
Gostava de ouvir as vossas opiniões!

Vítor Mácula disse...

Caro Dad, confessionário e restantes.

Pois, como é que alguém que se pensa e vive saudável (sem pecado) pode ansear pela cura (graça divina)?...
Isto remete para as catequeses e formas de sociabilidade e adesão que se vivem na Igreja, não é?...
Por outro lado, isto de pretendermos orientar como é que Deus vai arrebatar alguém… mas seja como for, no que nos cabe entender e decidir e orientar em amor, não pode ser à balda! (Isto é, como quem se inscreve numa associação em que basta aparecer, assinar e pagar a cota)

Enfim…

Um abraço.

Vítor Mácula disse...

Ai, que isto hoje...

No comentário anterior, onde se lê:

"Caro Dad, confessionário e restantes."

Leia-se:

"Caro Dad, confessionário, Sophiarui e restantes.

Abraços mais.

Sonhadora disse...

Caro Dad, Víctor Mácula e demais Penitentes,

Realmente seria sempre uma decisão mais consciente se cada um optasse pela sua fé quando realmente tem idade para isso...
Mas será que são muitos os que têm o chamamento que a Maria teve no funeral do avô?... Como aproximar pessoas adultas da Igreja quando estas estão completamente alheias ao que se passa nela, a sua doutrina, alienadas pelo trabalho e pelos seus prazeres pessoais?
E a participação desde criança na Catequese, da convivência e amizades na comunidade da sua Paróquia?
Se calhar a Maria, agora, tem pena de não ter vivido tudo isso...

sophiarui disse...

Oh vitor nem tinha reparado!!! obrigada por me sentires presente e pelo reparo!

Não iria ficar chateada (não me importo de me incluir nos "restantes" pois mesmo que não apareça o meu nome, estou aqui de coração e por vezes passo por cá em silêncio!

um abraço apertado

Pdivulg disse...

Eu hoje fiquei espantado! Depois de tanta ausência redescubro-te de volta! Que bom! É que já fazias parte da minha leitura diária e aquela partida ficou... assim... Ainda bem que voltaste!

palheirense disse...

A partida de um famíliar é sempre dolorosa para quem fica.
De alguma forma Deus usou este acontecimento para tocar esta irmã. Ainda bem que ela escutou e respondeu.
Assim nós respondessemos sempre que Ele nos toca.

xana disse...

"Ainda bem que ela escutou e respondeu.
Assim nós respondessemos sempre que Ele nos toca."- como concordo contigo, Palheirense!!!

Ler este texto texto bonito do nosso confessionário e esta frase no teu post, fez-me lembrar uma outra que em tempos li. Rezava assim: "Todo o homem tem, mais cedo ou mais tarde em sua vida, o seu encontro com Deus,"

Dad disse...

Já agora ficam todos a saber que DAD é mulher - DAD é a minimalização do meu nome verdadeiro e não"paizinho...."

Confessionário disse...

ó pá, isto hoje está demais... sobretudo para o vitor!!! Não resito a rir à gargalhada no meio desta reflexão toda. A Dad é uma e não um dad! Hihi. Dad, não o leves a mal! Ele hoje só teve de apagar não sei quantos comentários...
Porém, e agora a sério, queria dizer à sonhadora que tem a sua razão. Ou melhor, que essa sua razão não é apenas sua. De facto, fiquei também a pensar se a Maria não teria gostado de ter feito um percurso com o da maioria das crianças. E não desacredito a catequese (ela é que se desacredita muitas vezes!). Não desgosto deste percurso. Mas o da Maria... o da Maria não é um talvez. É um autêntico sim!

Nova Evangelização disse...

Caro Amigo Confessionário
(Se me permite tal tratamento pouco formal, mas bem intencionado)
Desejo-lhe um melhor ano de 2006, assim como um dia de Reis cheio de prendas, ainda que sejam apenas virtuais, e sobretudo espirituais.
Abraço atencioso e respeitoso
J. Mariano

FataMorgana disse...

Gosto de vir por aqui ler. Ainda bem que voltou!
Gostei especialmente da menção às cinco chagas de Cristo na nossa bandeira de país cujo estado laico se preocupa tanto com os crucifixos. Era muito melhor dar de comer a quem tem fome e agasalhar quem tem frio...
Um abraço e Feliz Ano Bom!

Henrique Santos disse...

A Fé todos temos, mas suponho que tem de ser alimentada. Junto um poema que fiz, vindo de dentro, produto da minha Fé:

Foi por amor


Na tristeza Me encontraste,

pelo Teu sorriso me reergui,

pela Tua mão andei em frente,

o Teu calôr me sossegou,

senti a força do Teu carinho!

Na estabilidade do Teu colo,

me habituei a adormecer,

a Tua voz escutei interiormente,

e me embalava para o sono,

o sono da paz e do amor!

E acordava refeito,

feliz e sorridente.

A noite de contemplação,

me enchia de coragem,

um novo espírito me dominava,

sem mêdos, com coragem,

amor e tranquilidade!

Agora, feliz,

olho em frente, fixamente,

e vejo-Te naquela cruz,

e a certeza mais se certifica:

tudo o que fizeste por nós,

foi por amor!!



Ricky, Natal de 2005

ivan (aka bandinho) disse...

mmm...

faz-me lembrar alguém...

Confessionário disse...

Ivan... a mim tb

Joy^^ disse...

Não sabia como falar com vc padre pois é a 1ª vez que estou nesse site
Olá. Eu sou uma menina, tenho 15 anos, e queria muito ter fé...
Sabe às vezes eu oro com muita intensidade, tento conversar com Deus, mas não sei o que acontece.
Acho que não tenho fé bastante...
Porque isso acontece comigo?
Precisava fala isso com alguém!
Eu sei que DEUS está presente, e sei que ele pode me ouvir, mas porque eu não consigo falar com ele!
Sabe padre vou ser sincera com você raramente eu pego a bíblia para lê, e as vezes o meu sono não me deixa rezar.
Não sei por que isso acontece comigo...
Tenho um namorado e nós vamos à igreja com freqüência.
Mas não sei por que não consigo conversar com DEUS.
Por favor, se puder me responder agradecerei...
Obrigada e fique com Deus!

eliel disse...

DEUS JÁ SABE QUAIS SÃO OS TEUS PECADOS, MAS ELE QUER QUE A TUA CONFISSÃO SEJA FEITA À ELE, POIS SÓ ELE PODE PERDOAR PECADOS, E ELE GOSTA TAMBÉM DE OUVIR A VOZ DO ARREPENDIDO, E O PODER DE TE ABENÇOAR ESTÁ NAS MÃOS DELE. BUSQUE A ÚNICA RELIGIÃO VERDADEIRA, ELA SE CHAMA "JESUS CRISTO" NINGUÉM TE AMA COMO ELE TE AMA, E SABE MAIS ??? ELE NUNCA PECOU, É SANTO DE VERDADE, E ELE PODE PERDOAR OS TEUS PECADOS SIM, E ELE PODE TE AJUDAR A NÃO PECAR MAIS. O DOMINADOR DO MUNDO TE ODEIA E TE OFERECE MUITA COISA ATRAENTE, MAS É ISCA PARA TE LEVAR AO PECADO, JESUS É DIFERENTE: ELE QUER DIZER NO TEU OUVIDO: "VAI E NÃO PEQUES MAIS". EU TENHO A MINHA IGREJA, SOU PASTOR IDOSO, MAS, SE ELA NÃO TIVER JESUS ELA ( A MINHA IGREJA) NÃO TEM NENHUM SIGNIFICADO. A MENSAGEM DA ÚNICA IGREJA VERDADEIRA QUE É JESUS É A MENSAGEM DO AMOR E DO PERDÃO. ABRAÇOS EM NOME DE JESUS NOSSO ÚNICO E ETERNO SALVADOR.