sábado, outubro 14, 2017

encontro [poema 160]

Fechámos a porta atrás de nós
No quarto redondo sem saída
Para além do abraço e da voz.

No escuro teus olhos me consumiam
Como lampiões que não se sabe donde
Não encontrei mais a porta para sair
Ou a esquina que o quarto não tinha

Eram grades de ouro, feitas sem nós
E ali ficámos sem nada mais que um e o outro
Preparados para sermos nós

10 comentários:

Anónimo disse...

Aleluia, quanta sensibilidade e tem ai um pouco de um sentimento beemmmm profunnndo....

Anónimo disse...

Encontro de dois.
Olho no olho.
Cara a cara.
E quando estiveres perto
eu arrancarei
os seus olhos
e os colocarei no lugar dos meus.
E tu arrancara
os meus olhos
e os colocara no lugar dos teus.
Então, eu te olharei com teus
e tu me olharas com os meus
A hora do encontro é também despedida. A plataforma desta estação é a vida.
VIDALINDA

Anónimo disse...

A Liberdade nos leva a encontros inesperado.
Há encontros que duram anos e não marcam segundos; há encontros que duram segundos e marcam uma eternidade."
De repente, pessoas se encontram...
Surgem as amizades.
E dos encontros e reencontros
nasce a felicidade.

Anónimo disse...

Acaso ou destino
Encontros e desencontros
Entre risos e lágrimas
Razão e emoção
Uma linha tênue que nos une
Situações que nos separam
Entre a imprudência e a coragem
Um impulso para as escolhas da vida
Que nos leva a caminhos distintos,
Completamente diferentes, onde,
O mistério do destino nos reserva o inesperado

Anónimo disse...

Encontros marcados.
Destinos cruzados.
Caminhos cortados.
Suely Ribella

Anónimo disse...

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.”
ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY

Anónimo disse...

Muitas vezes é no adeus que há um verdadeiro encontro, é na distância que nos aproximamos mais.
Nada fácil sentir a distancia, o sentimento que um despedida levou embora em um encontro, mas se o céu e redondo, um dia iremos nos encontrar. ch m

Anónimo disse...

Para unir é preciso amar, para amar é preciso conhecer, para conhecer é preciso ir ao encontro do outro...

Anónimo disse...

Eu gostava de dizer alguma coisa, que pudesse manifestar o quanto eu aprecio e gosto deste(s) poema(s), mas não sei passar para palavras o que penso. Só sei que cada um é melhor que o outros.
Obrigada.
Bj

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

"Dê-me a tua bênção," amigo!
Para aqui me confessar:
Eu adorei teu lugar
Ou teu espaço! Contigo

Confesso um pecado antigo:
Eu peco no versejar!
Meu pecado é singular,
Eu versejo e não consigo

Fazer um poema bom!
"Tá" sempre fora de tom
E parece um arremedo.

Mas versejo sem ou com
Beleza em ritmo ou som
Que às vezes até mete medo.

Grande abraço. Laerte.