sexta-feira, dezembro 21, 2007

O pior dia do ano

De preto. Muito preto. Inclusive uns óculos bem pretos, de sol. Diz que é para proteger os olhos do frio. Dir-se-ia que é para se sentir isolada no seu mundo, um mundo que transforma em escuro porque não vê mais ninguém. Tem feitio difícil. Mas é boa moça, esta viúva de oitenta e muitos anos. Vive só. Tem uma energia que se desconhece em muito mais novos. Mas vive só. Tem um filho, mas está na América. Aqui, por perto, só tem os vizinhos. Vai vivendo. Aqui, acolá, nesta vizinha, naquela, uma conversa aqui, uma desconversa ali. Vai vivendo. Diz que poucas vezes está só. Mas ontem estivemos à conversa. Normalíssima. O tempo, a vida, as maleitas. Desejei-lhe um bom dia de Natal. E ela, no memo jeito despachado mas um pouco mais abatido. É o pior dia do ano. Não quis acreditar no que ouvia. Mesmo para quem não acredita, este é dos maiores dias do ano, dos mais alegres e esperados. Festa, família, prendas, muita cor e alegria. Por isso não arredei pé sem perceber. Porquê? E ela respondeu dizendo que era o dia de todo o ano em que se sentia mais sozinha. Sozinha porque as vizinhas estavam com os seus e não podiam estar para ela. Que era normal. Sozinha porque o seu filho não podia vir. Era normal nele, como em muitos outros filhos de hoje. Sozinha porque toda a gente estava acompanhada e fazia-se notar mais a sua solidão. Sozinha porque estava mesmo sozinha e nesse dia dava mais conta de estar sozinha. Por isso não fazia refeição. Deitava-se cedo. Para não dar conta durante muito tempo. Falei-lhe da presença viva de Jesus na sua vida. Falei-lhe que Ele nasceu sobretudo para ela. Afaguei-lhe o rosto. Ela afagou o rosto na minha mão. Mas não adiantou muito. Está bem, senhor padre, eu sei. Mas o dia de Natal não deixa de ser o pior dia do ano.
Aproveito para desejar a todos a presença viva de Jesus no coração, que Ele nasça todos os dias em cada um. Desculpem não escrever há muito, nem ler emails, nem responder... Estou sem net há quase um mês. Vim mesmo só porque estas datas são muito importantes e este espaço. para o bem e para o mal, vai fazer 2 anos!
BOM NATAL!

32 comentários:

Confessionário disse...

Amiga, que me pediste ajuda num coment anterior: A Fé procura-se e encontra-se, duvida-se, questiona-se, vive-se. mas nunca se te,m certeza de ela ser forte ou não... porque a fé é uma resposta de amor ao amor de Deus...

Sonhador Acordado disse...

É verdade, para quem está só, o Natal pode ser um dia muito difícil de passar. E isto é verdade quer para quem está realmente isolado, quer para quem está longe da família, ou quando as relações familiares não são como deviam. O Natal acaba por afastar as companhias alternativas, como o são as amizades, que o passarão com as respectivas famílias.
E mesmo para pessoas de fé isto é complicado, pois sentir a presença de Cristo sem ter fisicamente ninguém ao lado não é para todos.
Aproveito para deixar os meus votos de um Santo Natal para o autor e todos os leitores deste blog.

Anónimo disse...

Desejo-te, amigo, um Natal cheio de ternura, amor, harmonia e partilha e um "Sol"(acabado de nascer) dentro do teu peito para te dar a força que precisas e que distribuis por todos nós que adoramos ler-te. Deus te abençoe.
Filó

figlo disse...

É muita pena, que nós os cristãos ,ao fim de 2007 anos ainda não tenhamos aprendido que à nossa mesa, onde se senta a família de sangue deveria sempre haver um ou mais lugares sempre postos para receber os que não têm outros laços senão os do amor que lhes possamos dar.
Acolhimento pode ser um dos muitos sinónimos de Natal!
Feliz Natal!

Olhando o Infinito disse...

"o dia de todo o ano em que se sentia mais sozinha. Sozinha porque as vizinhas estavam com os seus e não podiam estar para ela."

Olá confessionário,
o que me deixa mais triste depois de ler este post é que não é só a sua querida viuva de 80 e muitos anos que passa o Natal sozinha, mas tantos que são postos de lado, deixado nos lares e hospitais porque não trabalho porque precisam de todo o carinho compreensão que se possa oferecer, mas não se quer dar tempo para os ouvir falar, muitas vezes é certo que já ouvimos essa história, mas e daí.
Meu avô tem 82 anos, precisa que os filhos(as) genros e noras , netos e netas falem com ele, lhe deiem a mesma atenção e carinho que damos ao mais novo elemento da familia - Simão Pedro de 6 meses -
Já ouvi algumas histórias da longa vida do meu avô umas 5 ou 6 vezes, mas ele fica tão contente, e eu nunca esquecerei o olhar meigo do meu avô.

Para muitas pessoas este será pior dia do ano, porque nem todos tem possibilidade de estar em família, embora jesus tenho nascido para todos...
Um abraço
Feliz Natal

joaquim disse...

Caro padre amigo passo por aqui para te desejar um Santo Natal para ti, todos os teus e para a tua comunidade ou comunidades.

Que Jesus Cristo, Senhor e Salvador te abençoe com todas as graças que necessitas para a tua missão sacerdotal.

Abraço forte e amigo em Cristo

Kephas disse...

FELIZ NATAL
Que Cristo nasça em cada um dos nossos corações!

JOINCANTO disse...

Feliz Natal,
Que Jesus possa continuar a brilhar na tua vida.
Abraço.

ana maria disse...

Boas Festas!
A senhora de preto que se sente só... farei uma prece por ela quando estiver na Missa do Galo!

al cardoso disse...

Pois e verdade para quem nao tem ninguem creio que deve ser o pior dia do ano.
Olhe senhor padre, podia-a ter convidado a passa-lo consigo, isso seria realmente cristao!

Um Santo e Feliz Natal para si e todos os leitores!

elsa nyny disse...

Confessionário!
Feliz Natal!
E hoje é dia 25...por isso parabéns por mais um aniversário!!!

Quanto ao post...entendo a senhora...pois a solidão é dificil...mas pior ainda que a solidão... é não ter nada, nada de nada... e são nessas pessoas que também muito penso muitas vezes e principalmente no Natal...por isso compreendo a senhora...

Tudo de bom para ti!
E não tenho aparecido muito, nem aqui nem noutros blogs, mas tu sabes a razão...o tempo não estica...
Muita foirça para ti!

Bjts

Tiago Almeida disse...

Feliz Natal para ti!
O teu presente está lá no meu cantinho...aparece

Anónimo disse...

Porquê??????????????????

Alecrim disse...

Bom Natal para ti, conquanto o dia 25 já tenha passado. Bom Natal, mesmo assim!

Nixon Marques disse...

Olá!!! Já esbarrei pelo seu blog dezenas de vezes... Em todas passei um bom tempo lendo e me emocionando... Mas nunca tinha parado pra fazer um contato.
Como (ao acaso) estou aqui novamente, e como o momento é propício, agradeço pelas suas edificantes palavras partilhadas, e tbm lhe desejo um Natal muito feliz!
Fraterno abraço!

Nixon Marques.

Letícia disse...

Nossa...
Esses textos são lindissimos...
vim fazer uma visita... e fiquei um pouco mais... pra falar a verdade parecia estar na sala da minha casa...
Deus o abençõe...

Letícia disse...

Lindo...
Tudo lindo!!
Vim visitar... E acabei ficando um pouco mais...parecia estar na sala da minha casa..rs
Deus o abençõe!
Bejos!

Vítor Mácula disse...

Olá, confessionário.

Hem?... Isto é ficção?...

Que raio de Igreja a nossa, a vossa, a da senhora… Então ninguém a acolhe na noite de Natal?...

Algo se me escapa aqui, não sei bem o quê. Este texto tem um alerta doloroso.

Um abraço, padre, parabéns ao blogue, e bom ano (o natal já passou;)

Maria João disse...

Boas festas com Jesus!!!!

DairHilail disse...

vim desejar-te um ano novo cheio de coisas boas...

a solidão também mata...a solidão faz perder a luz dos corações, seja no Natal ouem qualquer dia do ano...

1 beijo

Blueshell disse...

Choro!

Que a Paz e o Amor inundem nosso mundo e nossos corações neste ano de 2008…
BShell

Anónimo disse...

Quando se passa o Natal só, por opção,porque não se concorda com os excessos de comida de consumismo, também não é fácil, mas quando a vida a isso obriga....Este, como noutros Natais vi muitos idosos ficarem no lar,onde faço voluntáriado. Conseguimos uma eucaristia animada por eles e, foi tudo.Doi a alma.Mas para ti padre e para todos os homens do mundo, um 2008 com mais paz, mas serenidade,e sobretudo com mais amor.

J disse...

Um santo Natal e um ano cheio da presença de Cristo

Um grande beijinho continuo leitora atenta deste blog

Lisa's maus feitio! disse...

Padre,

um bom ano tb para si.
Cheio de luz. Cheio de garra.
Beijos, Padre!
Com todo o respeito!

:)

Confessionário disse...

Ai amigos, ainda não tenho net. Vou começar o novo ano assim. mas vou tentar depois compensar em 2008.
Um abraço para todos e o desejo de uma entrada em 2008 de cabeça e com todo o coração.

Fa menor disse...

Que este Novo Ano seja repleto de Paz e de Bençãos de Deus nas vossas vidas!

Beijinhos

Fa-

Mafalda disse...

Apesar do ano que passou, estou feliz porque a minha mãe está sempre no meu coração!

Do ano 2007, guarda o que é bom de guardar e vive o presente com a certeza que tudo pode ser sempre melhor!!

Bom Ano!!

confissoesdeumasurda.blogs.sapo.pt

mafalda disse...

Que saudades deste blog que tanto ajuda e nos faz ajudar!
Para si Padre e para todos, um ano em paz.
E arranje lá essa internet!

Abraço grande
Mafalda

Dad disse...

Votos sinceros que este Ano de 2008 seja pleno de realizações pessoais recheados de muito amor para dar e receber. Belo texto, muito real. Felizmente já tive a sensação do que é sentar à mesa e não só, pessoas que não têm com quem passar estes dias que nos fazem pensar mais naqueles que já partiram e que nos deixaram sós fisicamente.É bom alertar para a imensa solidão, cada vez maior, dos idosos e tentarmos fazer algo, à nossa medida, para minorar esta triste situação.

Parabéns pelos 2 anos do Blog e ao autor um grande abraço amigo,

Anónimo disse...

Olá!

Só hoje é que tive um tempinho para passar por aqui.Desde já, um bom ano de 2008 cheio de paz e amor.

Ao ler este post lembrei-me das palavras dum colega seu:
"p... quando chega á altura do Natal não tenho tempo para nada, entre missas, festas e almoços de Natal não me sobra nenhum tempo para descansar, e o pir é que me sinto só.Quando me deito estou cansado por ter convivido com um monte de pessoas, das quais muitas caras me são estranhas. Não consigo ter um tempinho livre para conversar com os meus amigos. Os meus pais não podem deixar os meus avós, nem os meus irmãos, para virem passar o Natal comigo. Vivem longe de mim para eu me deslocar para o pé deles.Acabo por consoar e almoçar com outro colega na mesma situação que a minha. Ainda bem que não é todos os dias Natal!"

Fez-me pensar. Não é só a viuva que se sente só nesses dias. Os padres que estão longe da familia tambem passam um pouco por essa solidão. Acredito que é um pouco diferente da viuva, mas a solidão não têm varias faces?

Espero que o Srº Padre não esteja neste leque de pessoas, que o seu Natal tenha sido trabalhoso, mas rodeado das pessoas que lhe são mais queriadas.

Um abraço!

Alexandra

elsa nyny disse...

Do fundo do meu coração te desejo um ano de 2008 MARAVILHOSOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!


bJTSSSSS

Carla Isabel disse...

...pois
é dificil sim!

...eu, neste Natal, acho que fiz uma boa acção...nao foi facil...mas fiz!!!!!

Bjs
Carla