sábado, agosto 06, 2016

O padre tem de saber perdoar

O padre tem de saber perdoar. Dizia um bispo, em voz grave, no meio de uma pequena palestra sobre a confissão. E argumentava a afirmação com frases do papa. Recordava inclusive uma pequena história que este contara sobre um padre que tinha escrúpulos porque arranjava sempre uma forma de perdoar na confissão. 
Perdoem a ousadia que eu não tive para interromper o senhor bispo da voz grave. O padre não é dono do perdão. É instrumento do perdão de Deus. Usa o perdão de Deus na confissão. Tem de saber usar o perdão como ele é, infinito e sem explicação que não seja amor. Tem de ser sinal do amor de Deus na confissão. Tem de ser o rosto de Cristo que acolhe. Talvez isso seja saber perdoar, Mas não é ele que perdoa na confissão. 
O padre tem de sentir o perdão. Isso sim. Só quando sente o perdão em si, sabe o que é o perdão nos outros. Só sabe ser instrumento de perdão quem já foi objecto desse perdão. Só sabe acolher em amor na confissão quem um dia foi também acolhido com perdão e amor.

3 comentários:

Helen Nascimento disse...

Excelente reflexão padre.
Amei.

Anónimo disse...

Sentiria-me feliz pelo o meu padre me perdoar. Mas, isso não, o pecado é meu. A cruz é minha.
Irei me redimir diante de Deus. Ch

Anónimo disse...

Nossa Padre! Ainda bem que és padre e pode pedir intervenção a Deus para perdoar as ditas palavras que aparecem na cogitação de formal atenuada e ríspida de certas postagem.
Tem um ditado que diz: "até quem aparece para atrapalhar server para ajudar". EM ALGO QUE PODE ESTAR EM ANDAMENTO.