sexta-feira, setembro 07, 2007

De rabo para o ar

Fazia-se silêncio. Uns para me ouvir e outros para descansar da noite mal dormida. Os olhos na direcção do ambão, na minha direcção. Eu falava, falava, pregava. Já lá iam uns bons cinco minutos. A coxia estava desimpedida, como é normal. O fundo da Igreja repleto. Os bancos cheios. Mas tudo em silêncio. Agora imaginem o que é avistar, no meio deste cenário e deste silêncio, uma senhora dos seus setenta anos ajoelhar-se a meio e no meio da coxia depois de descalçar o chinelo para tentar acertar numa lagartixa que teimava em ouvir a homilia e que não sossegava, ao contrário das pessoas, percorrendo os espaços livres que lhe deixavam! E vai uma chinelada. E vai outra. Como a lagartixa insistia em fugir, a senhora coloca-se de gatas, rabo para o ar, e toca de gatinhar atrás da lagartixa batendo e batendo com o chinelo nas pedras da coxia. Do meio da coxia quase chegava ao cimo, nunca se perturbando com o aparato da situação. Parei. Poisei os olhos sobre ela. Poisámos todos. O silêncio trocou-se pelas gargalhadas. Tapei a boca para controlar as minhas. Não era possível. A lagartixa havia escapado. Entretanto, a senhora levanta a cabeça para mim à espera que eu aprove, compreenda e perdoe a posição de rabo para o ar. Pedi-lhe para acalmar. Pedi a todos. Mas foi difícil prosseguir a homilia, pois no meio da Palavra de Deus teimava em aparecer-me aquele rabo virado para o ar. São aquelas situações que nos fazem recordar o humor de Deus!
___________________________________
Voltei, amigos, depois das férias e de ter estado a meio gás. Não resisti a contar esta situação caricata que me aconteceu nesse período. Obrigado pelas visitas e pela amizade.

41 comentários:

Kephas disse...

E a lagartixa não é também filha de Deus?

Quer-me parecer que essa senhora expulsou do templo uma recém-convertida que só queria escutar a Palavra de Deus... lol

Piadas à parte, acho que não se justificava o aparato dado ao bicho, mas enfim...

Ainda bem que regressou, padre. Espero que as férias tenham sido repousantes.

Cumprimentos

1gota disse...

Hilariante!
Bom regresso!

:*

Vilma disse...

Que bom o teu regresso, e com o bom humor em alta.
Também vejo Deus a rir-se.. sem dúvida! Não O posso ver de outra forma mesmo! É delicioso imaginar Deus rindo!
Caricata a situação... ainda bem que a lagartixa escapou! :))
Um abraço!

Vilma disse...

Ah.. gostei do novo visual! Simples e suave. ;)

mafalda disse...

Ora viva!
Ainda bem que voltou! E em grande estilo!

Um abraço

scas disse...

bem-vindo de volta! já tínhamos saudades!

Paula disse...

Lagartixa hihihih

só de imaginar..é impossivel não rir :D

seja bem-vindo...

um abraço

Anónimo disse...

Minha mãe dizia-me: "filha, só vejo a luz do dia quando estás ao pé de mim." É um pouco de exagero mas é tão bom sabe-lo de regresso. E desculpe toda aquela brincadeira que, afinal, começou com o meu inocente comentário. E não estou a ser dissimulada...
Abraço
Filó

deprofundis disse...

De rabo para o ar? Não terá a protagonista desta cena rocambolesca e divertida uma costela herdada dos moiros?

Fa menor disse...

Um regresso em alta!

*

Fa-

Anónimo disse...

Olha caro Confessionário!

Não leves a mal...não sei donde vem o mal... mas, aqui as

melífluas/(os) comentaristas do teu

blogue mais parecem a tal freguesa de
"rabo para o ar"

à caça da lagartixa!...

Sandra Dantas disse...

Estas lagartixas são fantásticas para manter o bom-humor!!! ;)

Gostei do novo visual!

Bom regresso!

Um abraço amigo!

Cristãomaspouco disse...

Depois de muito tempo a ler histórias atrasadas e respectivos posts (ainda não li tudo mas prometo não deixar nada para trás) eis que surge a peripécia da lagartixa.Devia ser uma espécie de história do Tom & Jerry dos tempos modernos.
Se a homilia estava a ser uma seca, foi Deus que quis por um pouco de sal no meio para alegrar.
Como é bom ler-te caro padre e saborear cada linha do que escreves.
Abraços em Cristo

ana maria disse...

Quem se deve ter divertido mais deve ter sido mesmo Deus!

Belo fundo azul! As férias mudam até as cores, a todos!

Anónimo disse...

O único mal está nas mentes sujas...
Filó

elsa nyny disse...

Voltaste!
Que bom!
Bom regresso!
Imagino a risota!!!! Uma lagartixa que também vai á missa!!!

catarina disse...

Realmente deve ter sido algo hilariante.

Mas é assim as pessoas não têm em conta o sítio onde estão e o propósito que as levou lá.

Já estava com saudades.:)

Bem vindo de volta!!!

Moon Fairy disse...

ola... ainda nao passaste pelo meu blog.
ando a escrever um livro. vou mandar o convite pra comentares dado que esse meu blog é privado dado ao seu conteudo.

passa pelos blogs e opina sim?

bjs

Anónimo disse...

Uma (história) com um pouco de exagero concerteza, mas imaginar uma sena dessas já dá para ficar com bom humor.
Tambem gosto da nova cor.
Bem vindo.

R.I.

ERute disse...

Ainda bem que está de regresso, gosto imenso de o ler.

Na minha paróquia, durante as homilias, o que normalmente temos é crianças que fazem a sua vidinha e que por vezes também se metem de rabo para o ar, mas não incomodam ninguém.
Gostei imenso da largatixa... obrigado por esta partilha.

Ni disse...

Que bom voltar a clicar aqui e ter tanto de novo à espera... Sorrir... Rir.

Gostava de ter assistido.

Bom regresso.

Bjinho

Anónimo disse...

Enfim...o regresso. Foram umas longas férias. Merecidas claro.
A cena da lagartixa é engraçada, já assisti a coisas parecidas mas com cães que de vez em quando entram na igreja a meio da celebração.
Também refere que as pessoas evitam ocupar os lugares mais próximos do altar e que nas homilias aproveitam para recuperar da noite mal dormida.
Isto é verdade e é uma falta que nós Cristãos temos que corrigir.
Abraço de boas vindas.

Palheirense

Anónimo disse...

Peço desculpa pela minha ignorância mas não sabia o significado da palavra "ambão". Tive que recorrer ao dicionário e se eventualmente houver mais alguêm com dúvidas aqui vai o resultado da consulta.
"ambão"
substantivo masculino.

Espécie de púlpito, estante ou dupla tribuna, à entrada da capela-mor, destinada à leitura da epístola ou ao canto do evangelho, na missa.

Palheirense

bico de pato disse...

Ó confessionário!

....já estou cansada de estar com o "rabinho" para o ar!- exclamou a lagartixa.

bico de pato disse...

já agora: e o que é um cambão?...para não falar do cambalacho...ou do cambalhão...

Anónimo disse...

Eu nunca me sento nos bancos fixos à parede (tipo caixa) quando vou à missa porque são tão velhitos que eu suspeito que lá habitem muito tipo de bichinhos: lagartixas, centopeias, e outros da família. Nunca se sabe aquilo pode ser um tipo de arca de Noé em menor escala. Eu tenho medo de um pintainho quanto mais de uma lagartixa!

Já reparei que há um senhor alto, postura militar, vestido de fato (não sei porquê mas acho que já frequentou o seminário. A forma como ele se ajoelha e permanece logo que entra na igreja faz-me pensar nisso) que se faz acompanhar por um toalhão (é volumoso) vermelho dobrado, o qual o coloca no degrau junto à pia baptismal para se sentar. É engraçado cada "tolo" com a sua panca.

Já reparei que na minha terra há muitos!

Teodora

Moon Fairy disse...

obg pelo comentario.
informo que o livro foi agora mesmo actualizado.

bjs ao sr padre se é que é permitido =X

al cardoso disse...

Devia ter sido hilariante!!!

Bem vindo de volta e parabens pelo novo visual.

Saudacoes d'Algodres.

Anónimo disse...

Diz a bíblia que a lagartixa apanha-se com as mãos e ela anda na casa do rei. Se não é assim é parecido.

Foi um erro de estratégia da senhora. Os padres têm de começar a dar trabalho de casa ao pessoal.

Teodora

Asas da Montanha disse...

Cena interessante. Lembra-me uma outra acontecida também numa Eucaristia.
Uma senhora a quem a natureza não favorecera em matéria capilar e a quem o tempo havia estragado fulminantemente o de si já precário cabelo, usava uma abundante peruca.
Chega atrasada à celebração. Empanca na passadeira e estatela-se ao comprido.
As pessoas acorrem para a judar a senhora. Esta, totalmente no chão e de rabo para o ar, ergue as mãos para cima e abana-as tenazmente, tentando afastar os ajudantes. Entretanto rasteja pela passadeira fora com quantas forças tem, tentando apanhar a peruca que rebolara..
Ninguém resistiu ao riso. As crianças, então, soltaram gargalhadas.
Felizmente a senhora não se tinha magoado. Abraça a peruca e, ainda no chão, coloca-a a toda a pressa na cabeça. Só então se ergue e caminha, como se nada fosse, para o seu lugar.

Luís disse...

Se fosse Santo António teria apresentado a Irmã Lagartixa!
Se fosse o Padre António Vieira por certo teria feito um Sermão às Lagartixas. Agora, com as novas preocupações ecológicas e para evitar os sprays, podemos adoptar as lagartixas e as osgas, para que as igrejas 'não fiquem às moscas'.
Bom regresso!

Anónimo disse...

caro padre, eu estava morrendo de saudades. que bom tê-lo de volta.
espero que o senhor tenha descansado e aproveitado as férias.
um grande e carinhoso abraço.

JOINCANTO disse...

Ainda bem que voltaste.
E senta-me esse rabo (quanto mais não seja para escrever)!
:)))

Abraços

Ver para crer disse...

Essa da largatixa está mesmo a matar!...

Anónimo disse...

Oi confessionário, Yesssss já abriste o estaminé, pois, eu também já estou por cá.
Ai! A lagartixa, deve Ter sido engraçado...mas, ainda bem que eu não estava llá...certamente não seria “de rabo para o ar”...eu saltaria para cima das costas dos bancos a gritar - Socorro...este bicho vai-me devorar.... - ou desmaiaria de susto e depois teriam que me reanimar, ia ser uma confusão, ou então sairia de mansinho, pé ante pé...antes que ela me atacasse, tenho pavor desses bicharocos. Hihihihi
Gosto da nova cor, mais light,
Fica bem

Bjs
mariana

Berdades disse...

Ora pois então uma lagartixa dentro da igreja e logo na hora da missa!
Pior que essa foi mesmo aquela lagartixa que ao atravessar a estrada foi atropelado por um carro e lhe cortou a ponta do rabo; como se não bastasse ficou ali a lagartixa a olhar e a lamentar a perda do seu belo rabo e... logo vem outro carro e esmaga-lhe a cabeça.
Moral desta história:
Não percas a cabeça por causa dum bom rabo!
Que me perdoe o confessionário, mas tinha de contar esta história já que o post vinha mesmo a propósito de lagartixas.

Maria João disse...

Concentração pela Paz no Darfur vai unir vários países, este domingo, dia 16.

Aparece, às 18h, no Largo Camões, Lisboa.

Traz uma fita ou pano preto. Mais informações em www.pordarfur.org.

bunny disse...

ainda bem k voltoi..sou leitora assidua embora nem sempre comente, mas gosto mt d o ler. tambem gosto masi destas novas core..
ja ri as gragalhadas a tentar imaginar a cena... na igreja da minha paroquia é costume os caes..... entram dao uma volta e saem... um deles uma vez fez xixi ao pe da porta, foi inevitavel n rir.......

keep going!

Lua dos Açores disse...

Ainda bem q a simpática bichinha conseguiu escapar à ira extremosa da velhinha.

O riso faz quase tão bem à alma como uma confissão

Obrigada por teres voltado. Eu, ainda, apesar de regressada, nem tanto.

Anónimo disse...

Seja bem vindo Sr Padre! E assim bem disposto ainda melhor. E digam lá que as férias também não fazem milagres.
Conta-nos, com esse ar bem disposto, uma história divertida. Mas diga lá a verdade, verdadinha: se estivesse com o stress em alta a reacção a mesma? Estou a imaginar colegas seus a trepar pelas paredes acima atrás da senhora e quem sabe da lagartixa!
Já me aconteceu uma história do género mas com um rato e meninas em histeria completa. Numa sala normalíssima, é claro:)))) Confesso que me zanguei com o aparato. Falta de humor... tb acontece...
Bjs

Fatima disse...

Isso que é um bom regresso! Tambem regressei ontem de sua terra, ja estou no Brasil e volto apaixonada por Portugal e por toda a gente !!!! Estive, acredito eu, em sua paroquia, passei rapidamente, mas na hora em que fui, a paroquia estava fechada!! Um grande abraço.
Fatima - Brasil.