sexta-feira, janeiro 20, 2017

O “Silêncio” de Deus

Há dois dias tive oportunidade de assistir ao filme de Martin Scorsese, o “Silêncio”. Não vou fazer uma análise do filme, nem algo que se pareça a um comentário. Não costumo usar este espaço para fazer este tipo de considerações. 
Mas sinto necessidade de dizer que, quase ao final das duas horas do filme, a minha vida estacionou. Ficou literalmente bloqueada, no sentido positivo, num diálogo que o actor principal tem com uma voz ausente, isto é, com Deus. O filme, para mim, poderia ter terminado naquele momento. 
O diálogo pode resumir-se nisto. Depois de ter apostatado, depois de tantas buscas de Deus, sem o conseguir escutar, depois de ter caído na conta de que Deus, afinal, estava em silêncio, ele faz aquela que foi a minha grande descoberta no filme. Afinal Deus não estava em silêncio. Ele estava no silêncio.

8 comentários:

Anónimo disse...

Agora fiquei com mais vontade ainda de ver o filme.

Revi há pouco tempo um filme do Malick, um filme que também dá muito que pensar...

SL

Anónimo disse...

Fiquei curiosa. Lemos tantas coisas sobre este filme, mas hoje é que fiquei com vontade de o ir ver!

Anónimo disse...

Esqueci-me de referir o nome do filme :-) "A arvore da vida"

Anónimo disse...

Iria gostar de ver...

PR disse...

Deus está no silêncio, sem dúvida!
E o silêncio onde Deus habita está ao alcance de todos nós!
No entanto é preciso coragem para escutar os sons do silêncio, o que ele tem para nos dizer.

Anónimo disse...

chorei...

Anónimo disse...

O que diz uma música de Beth Carvalho e Mercedes Sosa, e A PRECE DE GANDHI;

Eu só peço a Deus
Que a dor não me seja indiferente
Que a morte não me encontre um dia
Solitário sem ter feito o que eu queria
Eu só peço a Deus
Que a injustiça não me seja indiferente
Pois não posso dar a outra face
Se já fui machucada brutalmente
Eu só peço a Deus
Que a guerra não me seja indiferente
É um monstro grande e pisa forte
Toda a pobre inocência dessa gente
Eu só peço a Deus
Que a mentira não me seja indiferente
Se um só traidor tem mais poder que um povo
Que este povo não esqueça facilmente
Eu só peço a Deus
Que o futuro não me seja indiferente
Sem ter que fugir desenganando
Pra viver uma cultura diferente

Anónimo disse...

UMA CARTA PARA DEUS.

Senhor: Divino PAI Eterno.
De inicio já Lhe peço perdão por esta exposição em uma linha de mídia. Mas são tantas coisas, se falam, por tanta gente, são exposições de vários sentidos que muitas vezes inabordáveis.
Mas como o Senhor é um Pai bondoso, compreensível, paciencioso e entra divinas dádivas de qualidades seriam inúmeros que encontraremos para O definir que poderia ser dias a serem anotados para que sejamos gratos ao Senhor. Agradeço a vida que tenho, as outras vidas que estão ao meu redor, desta dos sons da natureza até os mais singelos. O local onde encontro para viver e poder ter meios de comunicar com Vós, e falar de de Ti aos meus semelhantes. Em cada um de nos que o senhor confia e nos também confiamos sabendo-nos que somos projetos ou melhor somos os sonhos do Senhor. E por isso cabem a cada um cuidar-nos zelar por este sonho seja ele qual for. Que dentro de um coração bondoso o Senhor esta presente. Meu Senhor em são tantos assuntos abordados e ainda perdemos tempos com rixas sendo até mesmo sem sentidos e tão pouco lembram do Senhor. Seriam tão bom se todos falasse a línguas dos anjos. Em vários setores e não só condenando quem ainda precisa de uma religião para ter esse encontro com Senhor. Os humanos são um monstro sem cabeças. Os poucos a que tem ainda por cima o cérebro tem o tamanho de grão de mostarda. Agir dentro da politica, da educação, da área de saúde, no âmbito social por entre varias lacunas que necessitamos para viver-nos na terra. Ainda é meu sonho e também do Senhor meu DEUS, o que o Cristo com um único pedido em: "AMAR UNS AOS OUTROS". Tão simples, fácil de entender, mas difícil de ser compreendido. A minha mais sincera benção que poderemos mais em outra oportunidade falar-nos de outros assuntos. Que o Senhor me abençoe junto aos meus. E a este Pe MUITO QUERIDO. Que por hora me proporcionou esta escrita. Amém.