sexta-feira, março 04, 2016

Sair da ideologia do sistema

O Papa tem falado muito na “Igreja em saída”. E como está de moda, imaginamo-nos e imaginamos a nossa igreja em bairros pobres, bares escuros de vidas marginais, submundos fora de horas a fim de evangelizar ou fazer o bem. Mas não vamos, nem nos imaginamos a ir. E não é por falta de sabermos que algo deveríamos fazer para mudar a sociedade pluralista e desequilibrada em que vivemos.
Perdoem a ousadia, mas parece-me que não estamos a perceber o Papa. A mim estas insistências do Papa sugerem-me a necessidade de deixar o cristianismo burguês, palavras do teólogo Metz, um cristianismo que está assimilado no sistema, envolvido por uma ideologia cristã altamente fundada em séculos passados. O que o Papa diz da Igreja em saída devemos entendê-lo noutra das suas repetições e que se refere a deixarmos de ser uma Igreja autorreferencial, uma Igreja metida para dentro, isto é, o sistema. O que o Papa diz é que a Igreja precisa mais da práctica que da ideologia. Afinal a fé não é um conjunto de ideias ou uma doutrina. A fé é vida. O ano da misericórdia não é outra coisa senão a tentativa de sair da ideologia do sistema.

2 comentários:

Úrsula Neves disse...

Não sei o que te seu...Mas adorei esse teu olhar critico e idealista sobre a nossa igreja. Alias nós do submundo esperamos a ajuda dos mais iluminados...Sou uma protistuta do submundo e vivo entre as vielas sujas da grande Babilonia. Tenho visto de tudo e tenho lidado con tudo...Mas mesmo neata vida. Não deixei de ajudar aquele que necessita. Talvez Deua ainda se apiede desta minha alma.

Servir com Alegria disse...

Interessante, porque o que o Santo Padre pede essa Igreja em saída, no meu entender existe isso dentro da própria Igreja, membros da mesma comunidade e que precisam Sair dos seus Orgulhos e dos seus Corações duros, para estarem bem uns com os outros. Em plena Eucaristia, não dão a Paz ao irmão que está ao Lado... precisam de Sair do Templo Sagrado, Rasgar as Vestes e ficarem puros. Sim esse é o meu entender, porque interessa ir ao bairros além fronteiras,ao mundo cheio de outros idealismos, quando o que está reunido Dentro não está todo a fazer o Templo Sagrado, a Amar o Próximo que está ao seu lado. Começando por tudo e por todos, a Igreja comunidade de Crentes precisa de estar mais unida, e nada de diz que diz, e a minha igreja é melhor que a tua os meus paroquianos é que são bons, Meu Deus ninguém dá aquilo que não tem. Como podem ir fora se dentro não o Têm, Jesus Manso e Humilde de Coração ilumina-nos e ajuda-nos a compreendermos este teu Reino, para Anunciarmos a Boa Nova a Todos os Povos.